Gestora da Arena Palmeiras quer operar Maracanã e projeta parceria com clubes

dur5482_vWo95ld

Bravo Live se junta a Time for Fun e Golden Goal, e protocola documento junto ao Governo do Estado para assumir estádio de forma emergencial por 180 dias

Um consórcio composto por três empresas protocolou nesta quinta-feira interesse junto ao Governo do Estado do Rio de Janeiro para assumir de forma emergencial a operação do Maracanã. O governador Wilson Witzel anunciou nesta semana a retomada do estádio que estava sob concessão da Odebrecht.

A proposta desse consórcio, que tem entre os participantes a Bravo Live, empresa que faz a gestão da Arena Palmeiras, é em caráter emergencial, ou seja, para assumir a operação pelos próximos 180 dias. Um dos argumentos é de que a arena seria a mais eficiente do país.

As outras duas empresas que completam o consórcio são a Time for Fun, empresa com amplo portfólio na área de entretenimento e responsável pela realização de diversos espetáculos de grande porte no país, e a Golden Goal, que já operou o Maracanã em parceria com clubes (Flamengo e Fluminense) anteriormente.

No documento protocolado, o consórcio deixa claro que pretende atuar também em parceria com os clubes para elaborar um modelo para a administração. O governo vem recebendo para conversas todos os envolvidos na questão do estádio. Já houve encontros com as diretorias de Flamengo, Vasco e Fluminense. Nesta quinta-feira, haverá uma reunião com a Conmebol.

Confira a nota oficial na íntegra divulgada à noite pelas empresas

A Bravo Live, a Golden Goal e a T4F Entretenimento informam que se uniram e manifestaram para o Governo do Estado do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (21), o interesse de administrar conjuntamente o Complexo do Maracanã, contribuindo para o resgate de um dos mais importantes patrimônios culturais de nosso país.

As empresas, que possuem ampla experiência no mercado de entretenimento, acreditam que podem contribuir significativamente com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, auxiliando na estruturação do trabalho de mapeamento e reformulação das operações do Complexo do Maracanã durante o processo de permissão de uso, em caráter precário, até a realização de novo processo licitatório.

Como é de conhecimento público, a Bravo Live é a maior especialista em administração de complexos multiuso do país, sendo responsável pela gestão da arena mais rentável e eficiente do Brasil, o Allianz Parque, em São Paulo.

A Golden Goal, por sua vez, é uma empresa com vasta expertise na operação e implementação de serviços em estádios, já tendo, inclusive, operado no Maracanã junto a dois dos principais clubes de futebol brasileiros, o Clube de Regatas do Flamengo e o Fluminense Football Club.

Já a T4F é a principal referência no mercado de entretenimento do Brasil, sendo, ainda, a líder deste segmento na América Latina.

As empresas, mais uma vez, reforçam sua integral disponibilidade para apresentarem um estudo de gestão eficiente do Complexo, com a intenção de demonstrar soluções e modelos comerciais mais vantajosos e de menor onerosidade, caso haja o interesse do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Por fim, a Bravo Live, a Golden Goal e a T4F manifestam seu total interesse de atuar junto aos clubes do futebol carioca, a fim de desenvolver um modelo de operação que conjugue os interesses de todos, além de viabilizar que tais clubes atuem como sócios na gestão do Complexo Maracanã.

Fonte: ge

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook